Untitled Document

ARTIGOS

18-11-2016 às 16:50hs

Nossa Senhora das Graças, Estrela da Evangelização

Lembra da primeira oração que aprendeu na infância? “Ave Maria, Cheia de Graça, o Senhor é contigo” (Lc 1,28). Certamente esta é uma das primeiras orações que se aprende. Uma prece na alegria e na aflição. Ouso a dizer que o homem pode até perder a fé, mas jamais se esquece da Ave-Maria.

Assim, em todos os tempos, Maria é invocada com os mais belos títulos que os devotos, com seu sincero amor, souberam sugerir. No entanto, nenhum deles supera aquele que o Anjo Gabriel sugeriu no grande e iluminado dia da Anunciação:
“Cheia de Graça!”. Foi Deus que assim a chamou. Por isto, quão agraciados somos por tê-la como Padroeira.

Maria é Aquela a quem o Criador adornou desde o primeiro instante da sua concepção (Lumen Gemntium, 56). Mais que qualquer criatura, Ela teve-o próximo de si desde o seu nascimento. Além disto, uma aproximação total e esplendorosa ainda estava para acontecer-lhe: o seu corpo Imaculado estava destinado a tornar-se Arca de Deus – a morada física do Deus feito homem.

Ainda antes de saber, o Senhor já a tinha escolhido, já havia feito consigo uma Aliança, a Filha de Sion. Aceitando a proposta do Salvador, seu “Sim” mudou o rumo da História e revoluciona ainda hoje o mundo.

“Eis aqui a Serva do Senhor, faça-se em mim segundo a Vossa Palavra” (Lc, 19-38), estas foram as palavras mais belas que qualquer pessoa humana já pode ter dito ao seu Criador. Palavras de fé, de serviço, de disponibilidade e de amor. Palavras de uma legítima Estrela da Evangelização.

Tempo de Graças

Novembro, Festa da Padroeira, celebração de quarenta anos da nossa Paróquia, Arquidiocese em ritmo de Santas Missões Populares... Quantas graças em nosso meio!

Deus e o nosso Arcebispo, Dom Zanoni, têm necessidade de todos para continuar a história da Salvação, esperando também o nosso “sim”. Não podemos jamais deixarmo-nos levar pelas nossas limitações pessoais: Jesus prometeu estar conosco até o fim do mundo (Cf. Mt 28,20).

Peçamos, pois, a Maria, que nos ajude a acolher Jesus com o mesmo amor, levando-o, apressadamente, às montanhas da Judéia, como Ela o fez. Para nós, a Judéia é a nossa Paróquia e Arquidiocese. Nossa missão é levar o Cristo a todos àqueles que se afastaram da Fé ou se distanciaram da comunidade.

Nossa Senhora das Graças, bendita sois Vós entre as mulheres, contigo quero colocar-me hoje e sempre ao serviço do Senhor.

Pe. Dalvir Zanatta


Últimos Artigos

NATAL DE JESUS: FESTA DE ALEGRIA, ESPERANÇA E PAZ

Senhora das Graças

© Todos os Direitos Reservados à Paróquia Nossa Senhora das Graças

Rua Pelé, nº 36 - Cidade Nova, Feira de Santana - Ba

Tel: (75) 3224-1436